Página Inicial / Geral / BRASIL: Polícia Federal vence disputa e assume a Vice-Presidência da INTERPOL, é a primeira vez que o Brasil conquistou o cargo de Vice-Presidente para as Américas

BRASIL: Polícia Federal vence disputa e assume a Vice-Presidência da INTERPOL, é a primeira vez que o Brasil conquistou o cargo de Vice-Presidente para as Américas

49.jpg

Istanbul/Turquia – A Delegação Brasileira à 89ª Assembleia Geral da INTERPOL sagrou-se vitoriosa nas eleições ao cargo de Vice-Presidente das Américas para o Comitê Executivo da Organização Internacional de Polícia Criminal – INTERPOL.

172 delegações foram credenciadas dentre os 195 países membros da Organização, além de diversos organismos internacionais. Foi a maior Assembleia Geral da história, em termos de número de países credenciados para participar.

Nesta quinta-feira (25/11), os países membros se reuniram para eleger seus representantes executivos para os próximos três anos. Com 55,8% dos votos, o Delegado de Polícia Federal Valdecy Urquiza foi eleito para a posição de Vice-Presidente, derrotando o candidato colombiano, General Jorge Luis Vargas Valencia, Diretor-Geral da Polícia Nacional da Colômbia.

Foi a primeira vez que o Brasil conquistou o cargo de Vice-Presidente para as Américas, refletindo também o importante papel da diplomacia brasileira na construção dos apoios internacionais. Em seu discurso, o candidato brasileiro destacou a importância de uma INTERPOL mais democrática, transparente e eficiente.

A Delegação Brasileira, liderada pelo Diretor-Geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, e integrada por policiais federais e diplomatas brasileiros, atuou em sucessivos encontros bilaterais em busca da construção de alianças em torno da candidatura brasileira.

Para Paulo Maiurino, “a Polícia Federal estará bem posicionada, participando e influenciando em discussões estratégicas e relevantes à segurança global e ao efetivo combate aos crimes transnacionais. ”

O resultado vitorioso nas eleições foi fruto de um trabalho iniciado meses atrás, que envolveu um amplo esforço de articulação internacional.

A atuação do Ministério de Relações Exteriores nesse processo foi vital. Os diplomatas brasileiros atuaram de forma profissional e eficiente, conseguindo transmitir ao mundo a visão da Polícia Federal sobre o futuro da INTERPOL e angariando apoios estratégicos em torno da candidatura brasileira”, acrescentou Paulo Maiurino.

Fonte/Foto:  Coordenação-Geral de Comunicação Social

Você pode Gostar de:

PM Apreende drogas e detém indivíduo com mandado de prisão em Guarapari

Por volta das 15h uma equipe de policiais militares recebeu a informação que chegaria um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *