Página Inicial / Geral / Deic prende dois dos maiores suspeitos de roubos a carga e bancos, um deles roubou o Banco do Brasil em Guarapari, onde foram subtraídos R$ 600 mil

Deic prende dois dos maiores suspeitos de roubos a carga e bancos, um deles roubou o Banco do Brasil em Guarapari, onde foram subtraídos R$ 600 mil

O Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) prendeu dois dos maiores suspeitos de roubo a cargas e bancos do País, no bairro Santa Luzia, em Vitória, na segunda-feira (22). 

Foi montado um cerco para prendê-los, após o setor de inteligência do Deic receber as informações de que os dois criminosos estariam em um veículo na Capital.

Um dos detidos, de 33 anos, é apontado como uma das pessoas que participaram de furto qualificado ocorrido em dezembro de 2018, em uma agência do Banco do Brasil, no bairro Centro, em Guarapari, onde foram subtraídos R$ 600 mil.

Já o outro, de 43 anos, é evadido do sistema prisional do Mato Grosso do Sul e, em fevereiro de 2015, participou do maior furto de cargas do País. Na ocasião, foram furtados 121 projetores de cinema de última geração, avaliados em R$ 24 milhões, que estavam em um depósito em Vigário Geral, no Rio de Janeiro.

As informações foram passadas em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (23), na Chefatura da Polícia Civil.

Para o delegado-geral José Darcy Arruda, as prisões realizadas pela Deic foram importantes. “São indivíduos que estão sendo procurados há muitos anos. São pessoas que roubam cargas, têm suspeitas em homicídios e que roubam bancos, sendo os maiores ladrões de roubo de cargas no Brasil”, afirmou.

De acordo com o responsável pelas investigações, delegado Brenno Andrade, os policiais, ao serem acionados, foram em busca dos suspeitos e conseguiram prendê-los. “Os dois eram foragidos, sendo bem difícil de serem localizados. Ambos já respondem por processos na Justiça.

Um deles já tem investigação e prisão preventiva, sendo preso e apontado como uns dos autores de um furto, no final de 2018, em uma agência bancária, em Guarapari”, explicou.      

Durante a abordagem policial, o suspeito de 43 anos apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa, se identificando como outra pessoa. Ao verificarem os antecedentes criminais do indivíduo, os policiais contataram que o mesmo era evadido do sistema prisional do Mato Grosso do Sul e condenado a 17 anos de prisão por tráfico de drogas, uso de documentos falsos e furto qualificado. Ele cumpria pena em regime semiaberto no Mato Grosso do Sul quando fugiu.

Segundo o delegado Brenno Andrade, os dois suspeitos teriam vínculos com outros estados. As apurações sobre outros casos continuam em andamento, mas não podem ser detalhadas para não atrapalhar as investigações.

Os suspeitos foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana (CTV), ficando à disposição da Justiça. O suspeito de 43 anos foi autuado em flagrante delito por uso de documentação falsa, sendo recambiado para o sistema prisional de Mato Grosso do Sul.

Você pode Gostar de:

13/05 VÍDEO MOSTRA O MOMENTO: Tiroteio no meio da rua, policial é cercado por duas motos e reage a tentativa de assalto

Fonte: Vídeo do YouTube/SBT NEWS  Foto: Arquivo