Página Inicial / Polícia / FRAUDES NO INSS: Polícia Federal prende grupo composto por contadores e despachantes que aliciavam possíveis beneficiários

FRAUDES NO INSS: Polícia Federal prende grupo composto por contadores e despachantes que aliciavam possíveis beneficiários

Operação Mendax rs.jpg

Santa Maria/RS – A Polícia Federal prendeu, na manhã do dia (26/4), um fraudador do INSS investigado na Operação Mendax (2014).  Ele fora condenado pela Justiça Federal a 44 anos de prisão, pelos crimes de estelionato e falsificação de documento público. O preso foi apontado na investigação como um dos mentores da fraude e atuava como contador.

 No momento da abordagem, na região conhecida como Boca do Monte, o investigado portava documento de identidade falso emitido pelo Estado de Santa Catarina, em nome de terceiro.

O preso tem 35 anos e foi encaminhado ao sistema penitenciário para cumprimento da pena. A ação teve o apoio da Brigada Militar.

 A Operação Mendax foi deflagrada pela Polícia Federal em Santa Maria, no ano de 2014, com o cumprimento de seis mandados de prisão preventiva, 20 de busca e apreensão e 12 de condução coercitiva. A investigação apurou fraudes contra o INSS e contra o Ministério do Trabalho e Emprego.

 O grupo investigado era composto por advogados, contadores e despachantes que aliciavam possíveis beneficiários e inseriam dados falsos nos sistemas da Previdência Social, utilizando-se do cadastro de empresas fictícias.

Em seguida, eram registrados vínculos empregatícios falsos em carteiras de trabalho e posteriormente inseridos no sistema da previdência. Após a inclusão dos dados, eram postulados e deferidos os benefícios como auxílio-doença e aposentadoria por tempo de contribuição.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal em Santa Maria/RS

Você pode Gostar de:

10/05 VÍDEO/RJ/AGORA POUCO: Mega operação do MP acha quase R$ 2 milhões na casa de delegada durante operação com várias prisões

Fonte: Vídeo do YouTube/SBT NEWS  Foto: Arquivo