Página Inicial / Polícia / PC DE GUARAPARI: Prende suspeitos de furto e receptação, um dos suspeitos pegou o própio neto recém-nascido pelos braços agarrou-se a ele tentando se livrar da prisão

PC DE GUARAPARI: Prende suspeitos de furto e receptação, um dos suspeitos pegou o própio neto recém-nascido pelos braços agarrou-se a ele tentando se livrar da prisão

As equipes da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (DEIC) e da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Guarapari, durante ação realizada na quarta-feira (23), prendeu dois homens, de 41 e 33 anos, em Guarapari.

O primeiro é suspeito de furtar um nível a laser e uma parafusadeira elétrica, avaliados em R$ 1.600,00, de uma loja de materiais de construção, nessa terça-feira (22). Já o segundo indivíduo, estava revendendo esses equipamentos no município.

A equipe de policiais civis chegou até o homem de 33 anos, suspeito de estar revendendo os equipamentos furtados, por meio de um anúncio feito nas redes sociais. Então, os policiais marcaram um encontro com o suspeito em via pública, fingindo interesse no produto.

Na ocasião, o indivíduo, que já tinha passagens por tráfico de drogas no Estado do Rio de Janeiro, foi preso e não ofereceu resistência.

Ainda durante a ação, o suspeito informou que o indivíduo que furtou os equipamentos da loja, um homem de 41 anos, era vizinho dele.

De posse das informações, a equipe policial, com o detido, se dirigiu até a casa do outro indivíduo de 41 anos. Ao chegar na residência do investigado, os policiais o localizaram e tentaram prender o suspeito. Entretanto, ele apresentou resistência.

“Indo muito mais além nesses atos de resistência, o suspeito pegou o neto recém-nascido pelos braços, agarrou-se a ele e passou a gritar dizendo para que os policiais que procuravam detê-lo ‘atirasse’ nele.

Em outras palavras, o indivíduo usou o próprio neto como ‘escudo humano’, com o qual pretendia evitar o avanço da ação policial”, informou o delegado responsável pela ação, delegado Guilherme Eugênio, titular da Deic de Guarapari.

Ainda de acordo com o delegado, o indivíduo, que já tinha outras passagens na Justiça por furto, roubo e violência doméstica, se recusou a largar o neto dele e a se submeter à ação policial. Somente depois de alguns momentos de embate, sendo necessário o uso da força, o suspeito finalmente soltou o recém-nascido.

“Gostaria de destacar o valor do trabalho da equipe de policiais civis que, com muita calma, equilíbrio e técnica, conseguiu conter o suspeito e salvar a criança, viabilizando o sucesso da operação. Em outro cenário, o trabalho poderia ter implicado em uma terrível tragédia”, disse o delegado Guilherme Eugênio.

 
Tendo em vista as circunstâncias que o recém-nascido foi colocado, o suspeito vai responder, além do furto, pelos crimes de sequestro, resistência e exposição à vida alheia. Já o segundo investigado, vai responder por receptação.

Ambos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari, onde permanecem à disposição da Justiça.

 

Você pode Gostar de:

VÍDEO MOSTRA: Quadrilha dopa, sequestra e mata idosa de 79 anos em roubo milionário

Fonte: Vídeo do YouTube/SBT NEWS Foto: Rede Social